Uso da crase com os dias da semana – Dicas de português

Tempo de leitura: 2 minutos

Crase é um assunto que vai longe, mas existe uma forma preliminar e simples de perceber quando o uso da crase é ou não necessário.

A crase é o resultado de junção da preposição “a” e do artigo “a”. Ou seja, ela ocorre sempre antes de uma palavra feminina. Guarde essa informação: somente há crase depois de uma palavra feminina. Portanto, uma maneira fácil de saber quando usá-la é substituir a palavra seguinte por uma masculina. Caso o correto seja “ao” no lugar de “a”, haverá o uso de crase.

Parece difícil, mas não é. Vamos aos exemplos?

Exemplos de uso da crase

Exemplo 1

A feijoada é servida às quartas.

A frase acima está correta porque ao substituir “quartas” (substantivo feminino) por “sábados” (substantivo masculino), usamos  “aos”. Veja:

A feijoada é servida aos sábados.

Exemplo 2

A banda toca às terças.

A frase acima está correta porque ao substituir “terças” (substantivo feminino) por “sábados” (substantivo masculino), usamos  “aos”: 

A banda toca aos sábados.

Exemplo 3

Ele trabalha de segunda a sexta.

Não há crase porque ao substituir “sexta” (substantivo feminino)  por “sábado”  (substantivo masculino), por exemplo. Isso acontece porque se refere a um período de um a dia a outro, sem prazo definido. Portanto não deve ser utilizado nenhum artigo, deixando a preposição sozinha exercendo a função de ponte entre um dia da semana e o outro.

Sendo assim, não usamos “ao”:

Ele trabalha de segunda a sábado.

Exemplo 4

Há outra forma também. Quando o “de” anteceder o dia da semana , não há crase, como no exemplo acima. Já quando  usamos “da” ou “desta”, há crase:

Eu trabalho desta segunda à próxima sexta.  (Eu trabalho desta segunda ao sábado)

A feira vai da próxima segunda à quinta. (A feira vai da próxima segunda ao sábado)

Neste último exemplo, tratamos de um intervalo definido de tempo. Por isso há a necessidade de um artigo definido. Ou seja, preposição + artigo = à 

Agora ficou mais fácil entender o uso da crase, né? Continue acompanhando o blog para tirar mais dúvidas frequentes em nossa rotina e aprender truques para nunca mais errar.

Conheça também o curso Português para Profissionais e otimize seu aprendizado para evoluir na sua carreira.  Afinal, ninguém quer mandar e-mail de trabalho com erros de português, né? 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *